sexta-feira, 26 de maio de 2017

Tajine de cordeiro e abóbora

Brazil, Morroco, 
London to Ibiza, 
Straight to LA, New York, 
Vegas to Africa 
Dance the night away 
Live your life and stay young on the floor 
(On the floor)


Sabe quando você vai ao freezer retirar algo para o almoço do dia seguinte e encontra um pacote que não lembra o que é nem como foi parar lá? Assim começou este prato, sem muitas expectativas. 
Mas ao descongelar o pacote percebi que tinha em mãos um belo pedaço de pernil de ovelha, presente da querida Vó das filhotas. Logo pensei em uma viagem aos sabores de Marrocos, um tagine bem quente e temperado. 
Dai cortei em cubos e só deixei marinando em uma mistura de tempero de um dia para o outro. Isso sempre ajuda muito nos sabores, mas se não tiver tempo deixe apenas uma meia hora. 
Eu tinha pensado em adicionar ameixas secas e/ou damascos. Mas não tinha nenhum dos dois em casa, então não coloquei. E no fim descobri que não carecia, pois ficou muito boa a combinação da doçura da abóbora com a força da carne e o calor dos temperos exóticos. Comfort food total, para acalentar a alma nestes primeiros dias de frio do ano em Porto Alegre. 

Ingredientes  
500 g de carne de cordeiro cortada em cubos grandes
2 colheres de azeite de oliva
1 dente de alho picado 
temperos (usei 1 colher de chá de cada: cominho em pó, pimenta caiena, grãos de cardamomo, has el hanout, mais uma pitada de canela) 
400 g de abobora em cubos grandes
azeite de oliva, sal

Modo de fazer 
De véspera, coloquei a carne em uma tigela e temperei com azeite de oliva, alho, cominho em pó, pimenta caiena, grãos de cardamomo, has el hanout  e canela. Cobri e reservei na geladeira.
Uma hora antes do almoço, aqueci mais um fio de azeite em uma panela, despejei a mistura da tigela e refoguei até dourar a carne. Juntei a abobora, um pouco de água até mais ou menos a metade da altura dos ingredientes e deixei cozinhar em fogo baixo até a carne e a abóbora ficarem macias. Vigiei a panela de vez em quando para não secar a água.  

3 comentários:

  1. Olá,

    Primeiramente achei uma coincidência o fato de eu ter já rascunhado (e nem se trata de rascunho novo, mas bem antigo) uma receita caseira do ras el hanout, porque, embora eu mesma tenha um frasquinho deste tempero, industrializado, sei que não é tão fácil encontrá-lo à venda, né? rsrs.
    Depois achei que o seu cordeiro ficou realmente com um aspecto de comida marroquina aromática e reconfortante (quase pude sentir o aroma dele daqui, rsrs).

    Beijoca e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  2. Oi Lilica, bn!
    Nós aqui não temos o hábito de comer cordeiro, já a abóbora é figurinha constante por aqui. Seu prato parece perfeito com esses temperos, hummmm, sentindo o cheirinho!
    Bjsss e um belo FDS p/vcs

    ResponderExcluir
  3. Oi Lilica, bn!
    Nós aqui não temos o hábito de comer cordeiro, já a abóbora é figurinha constante por aqui. Seu prato parece perfeito com esses temperos, hummmm, sentindo o cheirinho!
    Bjsss e um belo FDS p/vcs

    ResponderExcluir

arquivo

blogroll