quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Calda de vinho para sorvete

Ninguém desvendará o Mistério. Nunca saberemos
o que se oculta por trás das aparências.
As nossas moradas são provisórias, menos aquela última.
Não vamos falar, toma o teu vinho.
(Omar Hhayan, Rubayat)


Para a sobremesa do almoço de despedida da querida parceira Margarete, que está voando para novos rumos e que nos deixa tantas saudades, fiz uma redução de vinho para acompanhar o sorvete.   
Numa  panela pequena, coloquei duas xícaras de vinho tinto seco e duas colheres de sopa de açúcar cristal (como não gosto muito doce, uso pouco açúcar, mas se gostar, use mais, até uma xícara). Levei ao fogo baixo e deixei reduzir até um terço. Servi a calda morna, com sorvete de creme.


É ótima para servir com sorvete, uma alternativa às caldas de frutas vermelhas ou de chocolate, para dar um glamour ao sorvetinho básico.
Neste dia, fiz só o suficiente para as seis porções da sobremesa, mas a redução pode ser preparada em maior quantidade e conservada na geladeira, numa garrafa ou vidro. E, se gostar, perfume com cravo, ou canela, ou ambos.

2 comentários:

  1. Posso usar essa calda também gelada.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, pode até guardar na geladeira. O legal de servir quente é o contraste de temperatura, mas fria fica bom também. Obrigada pela visita!

      Excluir

arquivo

blogroll