quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Roupa velha

Tenho nada que me sobra
Por fora da minha alma
A cabeça é quem me cobra
É quem traça a via calma
(Lenine, Tudo que me faz falta, nada que me sobra)




No dia o dia da cozinha, é um desafio o que fazer com as sobras. A 'roupa velha' é um clássico do aproveitamento da carne de panela ou do churrasco. 
Não tem receita, é só desfiar a carne, cortar a cebola em tirinhas, picar um dente de alho. Refogar tudo em um fio de azeite, juntar um pouquinho de farinha de mandioca, jogar um temperinho verde, uma pimentinha se gostar...  E pronto, tá resolvido o almoço bem gostosinho sem ter tanto aquela cara de 'já te vi'.
Se a geladeira estiver com mais recursos, aí capricha, manda bacon ou linguiça no refogado, junta um um ovo mexido, um punhado de azeitonas, joga uma batata palha para dar uma 'crocância'. 'Captou' a idéia?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

arquivo

blogroll