terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Barquinhos de batata recheada com bacalhau

Barco sem porto, sem rumo, sem vela, cavalo sem sela. Bicho solto, um cão sem dono, um menino, um bandido. às vezes me preservo. Noutras, suicido. (Zeca Baleiro, Flor da pele)



Nessa vida de cozinheira de fim de semana, nem sempre há tempo ou disposição para pratos mais elaborados. Mas o almoço de domingo é uma ocasião especial... este prato é um pouco  trabalhoso, mas o resultado compensa! E basta uma saladinha para acompanhar. 

Ingredientes
4 cebolas fatiadas
750 g de bacalhau desfiado
azeite
1/2 xícara de creme de leite
8 batatas grandes
300 ml litro de leite
1 colher de sopa de farinha de trigo
2 colheres de sopa de manteiga
1/2 caixa de creme de leite
150 gramas de queijo muzzarela ralado
sal
noz moscada

Modo de preparo
De véspera, coloquei o bacalhau de molho em água para dessalgar, trocando a água várias vezes. 
Na manhã de domingo, lavei as batatas e, sem descascar, embrulhei em papel alumínio e levei ao forno para assar por duas horas. Enquanto as batatas assavam,  cozinhei o bacalhau por cinco minutos. Escorri o bacalhau, reservando um pouco da água do cozimento. 
Em separado fiz um molho branco, aquecendo uma colher de manteiga, juntando uma colher de farinha, depois o leite, uma pitada de noz moscada e duas conchas da água do cozimento do bacalhau, mexendo até engrossar.
Quando as batatas assaram, deixei esfriar um pouco, retirei o papel alumínio. Muita calma nessa hora pois é bem quente! Cortei as batatas ao meio de comprido e retirei parte da polpa, deixando casquinhas, como barquinhos. Amassei de leve a polpa retirada. 
Aqueci uma colher de manteiga e um jorro de azeite de oliva, fritei as cebolas até ficarem levemente douradas, juntei o bacalhau, refoguei mais um pouco, adicionei a polpa da batata, o molho branco, o creme de leite e metade do queijo muzzarela. Misturei tudo, mexendo, conferi o sal e desliguei a panela. 
Recheei as conchas de batata com o refogado. Coloquei os barquinhos numa assadeira, a navegar num mar de azeite (licença poética, na verdade a assadeira foi só levemente untada com azeite...), polvilhei com a outra metade do queijo, reguei com azeite e levei os barquinhos ao forno quente para gratinar por vinte minutos.

3 comentários:

  1. Huuum bacalhau.. Só faltou Lisboa!!

    ResponderExcluir
  2. Lisboa é logo ali, do outro lado do Guaiba, Cacá ... Tá servido, Dionisio?

    ResponderExcluir

arquivo

blogroll